/ Notícias / Campus Pitanga debate mudanças no ano letivo com a comunidade

Campus Pitanga debate mudanças no ano letivo com a comunidade

Publicado em

Na última terça-feira (12/05), os professores Márcio Gonçalves dos Santos e Daniel Rotella Cocco realizaram uma live com a comunidade do Campus Pitanga para trazer esclarecimentos sobre a suspensão das aulas e a possível aplicação de atividades remotas. Os docentes – que ocupam, respectivamente, os cargos de direção-geral e direção de ensino na unidade – apresentaram um panorama do planejamento das atividades pedagógicas da instituição e responderam a questões enviadas pelo público.

            Um dos principais temas do debate foi a Resolução nº 10 de 11 de maio de 2020, que autoriza o desenvolvimento de atividades pedagógicas não presenciais aos estudantes do IFPR. O documento suscitou dúvidas por parte de pais e alunos, que puderam apresentar seus questionamentos. Em suas falas, ambos os professores defenderam a necessidade de se preservar a missão do IFPR em oferecer uma educação pública, gratuita e de excelência, atrelada a valores como a democracia, a inclusão e a valorização da vida.

            “Desde o início do período de isolamento social, os servidores do Campus Pitanga vêm debatendo a aplicação de atividades remotas. É importante destacar que qualquer ação nesse sentido exige planejamento, bem como, uma ampla clareza da realidade social de nossos alunos”, explicou o professor Márcio. Nesse sentido, a primeira medida implementada pelo campus foi a realização de uma pesquisa online para averiguar o acesso dos estudantes a computadores pessoais e internet.

“Pouco mais de 50% dos alunos responderam à pesquisa, o que levanta a hipótese de que muitos não dispõem de internet em suas casas. Além disso, uma parcela significativa dos participantes assinalou que seu acesso à rede mundial de computadores é limitado ou deficiente. Essa realidade traz uma série de desafios e inquietações que precisam ser levados em consideração antes da realização de qualquer tipo de atividade não presencial”, defendeu o diretor-geral.

            O professor Daniel elencou outras importantes questões relacionadas à aplicação de atividades remotas: “Essa modalidade requer uma nova capacitação por parte dos professores e a busca por plataformas adequadas às demandas de cada disciplina. Em segundo lugar, o ambiente doméstico nem sempre é propício para estudo, pois há problemas como barulho ou a falta de um espaço adequado. Por fim, é preciso tomar cuidado para não sufocar o aluno com diversas obrigações e deixá-lo ansioso em um momento tão delicado para nossa saúde”.

           Os diretores destacaram que a resolução confere autonomia aos campi para definir se irão implementar atividades remotas ou não, de modo que os servidores de Pitanga vêm debatendo a questão e tomarão uma medida que seja adequada à realidade dos alunos locais. Eles também citaram iniciativas que estão sendo desenvolvidas por servidores com o objetivo de manter um diálogo com os discentes, tais como a aplicação de atividades facultativas, a formulação de roteiros de estudo, a realização de encontros por vídeo-chamadas e a sugestão de livros, filmes e outros materiais. Além disso, foram destacadas as lives pela página do Facebook e os projetos sociais desenvolvidos pelo campus, como a produção de álcool gel e a campanha de arrecadação de donativos.

           Ao fim da transmissão, os docentes buscaram tranquilizar a comunidade, afirmando que a retomada das aulas presenciais será realizada em um momento propício, de modo que nenhum aluno seja prejudicado. O professor Daniel Rotella destacou que serão desenvolvidas estratégias diferentes, segundo as especificidades de cada curso, e afirmou que os formandos terão prioridade, uma vez que estão próximos da conclusão do curso. Já o diretor-geral Márcio Gonçalves ressaltou que o retorno será marcado por um novo calendário acadêmico, o qual será construído em parceria com alunos, servidores e pais.

A íntegra da transmissão está disponível na página do Facebook do Campus Pitanga. Até a tarde de hoje (14/05), mais de mil pessoas haviam interagido com o vídeo de acordo com dados fornecidos pela rede social. O evento contou com tradução em tempo real para Língua Brasileira de Sinais (Libras), realizada pela técnica Jéssica Honório, do Campus Paranaguá.

Texto: Celso Fernando Claro de Oliveira

IFPR Campus Pitanga – Rua José de Alencar, 1.080 – Vila Planalto – CEP 85.200-000 – Pitanga PR

Secretaria/Biblioteca (Informações Gerais): (42) 3646-4737
Administrativo (Prestadores de Serviço): (42) 3646-3450
Assistente Social (Informações a respeito de estudantes/bolsas): (42) 3646-2999

Topo